Tags

,

biblioteca

Parece que 2013 é mesmo o ano da literatura produzida por aqui. O que antes era apenas expectativa começa, agora, a pertencer ao campo da realidade. Abaixo, dois links que evidenciam o foco nos autores brasileiros.

Deu na Ilustrada: Interesse estrangeiro leva editoras a ampliar mercado de ficcionistas nacionais. Ao final da matéria, uma lista com os principais lançamentos previstos para este ano; outro dado curioso se refere aos 11 mil exemplares vendidos do último romance de Daniel Galera, “Barba ensopada de sangue”, lançado em novembro de 2012.

Já n’A biblioteca de Raquel (Cozer, a responsável pelo link anterior), a editora Isa Pessoa responde algumas perguntas sobre seu ofício e afirma: “[…] o mau livro não fica. Um romance demanda tempo para ser escrito, editado, e durar“.

Anúncios