Tags

,

outrodiadefolia

Disponibilizamos, via Facebook, um exemplar de Outro dia de folia, livro de Eduardo Lacerda recém-lançado pela Editora Patuá.

Para participar, é fácil: curta e compartilhe a foto, em nossa página! Sortearemos um dos participantes já na segunda-feira, dia 14/01.

Abaixo, dois poemas de Outro dia de folia:

.

A última Ceia

Há regras à mesa
como em um brinquedo
de quebra-cabeça.

/ E eu não entendo
os dispostos à esquerda

dos pais.

Restos do pequeno
que sentavam ao meio

da mesa (como prato
que se enche
e procura lugar entre
as pessoas
). /

Já não me encaixo
depois que aprendi
a olhar de lado
e sair por baixo.

A dentadas
(para Renan Nuernberger)

Perco amigos
como
quem perde
dentes.

Como
quem
mastiga,
perco amigos.

(E também os guardo.
deitados sob o sono
do travesseiro,
à espera
de impossíveis
fadas)

Como quem guarda dentes que perde.
Como quem dói a noite inteira.
Como quem
os devora.

Como quem
a dentadas e com raiva
espera
ainda algum
troco
ou
esmola.

Sobre o autor:

Eduardo LacerdaEduardo Lacerda, autor do livro de poemas Outro dia de folia, nasceu em Porto Alegre em 1982, mas vive em São Paulo, cidade que ama, desde os dois anos de idade. Cursou Letras, com habilitação em Português e Linguística, na Universidade de São Paulo, mas não concluiu o curso. Como um legítimo geminiano, também não conseguiu concluir nada até hoje. Coeditou a Revista Metamorfose e O Casulo – Jornal de Literatura Contemporânea. Já trabalhou como assistente de produção cultural na Casa das RosasEspaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura e como produtor cultural no Programa São Paulo: um Estado de Leitores. Atualmente, é coeditor da Editora Patuá, onde acredita que livros são amuletos. Tem poemas publicados em revistas eletrônicas e impressas como Entrelivros, Mirante, Ventos do Sul, Cronópios, Germina e em algumas antologias, como a Antologia Vacamarela e El Vértigo de los Aires (México). Não se considera poeta, sua verdadeira paixão é fazer nascer livros e poetas. Não se leva a sério, embora leve a sério a literatura. Por fim, gosta de truco, tango, cerveja, tarot, video-games e orquídeas. Outro dia de folia foi premiado pelo ProAC 2011Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo. (Foto: Sissy Eiko)
.
Anúncios