Tags

,

1. Na antipoesia se busca a poesia, não a eloquência.

2. Os antipoemas devem ser lidos na mesma ordem em que foram escritos.

3. Temos que ler com o mesmo gosto os poemas e os antipoemas.

4. A poesia passa – a antipoesia também.

5. O poeta fala a todos nós
sem diferenciar nada.

6. Nossa curiosidade nos impede muitas vezes de gozar plenamente a antipoesia por tratar de entender e discutir aquilo que não se deve.

7. Se quer aproveitar, leia de boa-fé e jamais seja agradável em nome do literato.

8. Pergunte de boa vontade e ouça sem refutar a palavra dos poetas; não desgoste das frases dos antigos, pois estes não as proferem ao acaso.

9. Saudações a todos.

em “Hojas de parra” (Santiago, Ganímedes, 1985)

Anúncios