Tags

Sobre a autora: Patrícia Melo é paulistana e é uma das mais respeitadas escritoras do Brasil. Sua obra já foi lançada em nove países e, em seus três primeiros romances, Acqua Toffana (1994), Matador (1995) e Elogio da Mentira (1998), dedicou-se a investigar a mente de criminosos. Inferno, é o livro mais denso e arrojado da autora. Em 376 páginas, ela traça um rico painel de personagens do Rio de Janeiro. O protagonista da epopéia carioca é Reizinho, um moleque de 11 anos ex-viciado em crack que se torna traficante no Morro do Berimbau. No olhar que lança sobre a metrópole injusta — do apartamento em bairro famoso aos barracos na favela —, ela exibe a violência em suas várias faces e disfarces. Patrícia Melo estreou como autora teatral com a peça Duas Mulheres e um Cadáver(2000), com Fernanda Torres e Débora Bloch no elenco e, como roteirista, já transformou literatura em cinema. Alguns de seus roteiros são: O Xangô de Baker Street, de Jô Soares e O Caso Morel e Bufo & Spallanzani, que são baseados em obras de Rubem Fonseca. A admiração de Patrícia por Rubem Fonseca é recíproca. É ele quem assina a adaptação do livro Matador para o cinema. (fonte: aqui!)

Anúncios