Tags

Já que o lançamento da revista requer que falemos das várias etapas até o fechamento da primeira edição, reservei esse post para dissertar um pouco sobre um aspecto que, por não ser prioridade, deixamos de lado no Editorial: a identidade visual da Macondo.

Aos que acompanham o site e o blog desde o início de fevereiro, quando entramos no ar, não fica difícil perceber o amadorismo e a despretensão quanto à identidade visual da revista; e podemos falar em uma única identidade? A cada atualização de layout, uma diferente proposta. Tal como os textos publicados, de naturezas e concepções distintas.

Foi no pluralismo que encontramos a nossa maneira de ser. Uma publicação independente, por sinal, permite com que façamos isso. Experimentamos fontes, disposições de textos, imagens… Experimentamos, enfim. Reconhecemos a importância estética de tudo isso. Mas, antes, há que se reconhecer outro ponto: a produção foi feita por duas pessoas desprovidas de quaisquer ensinamentos gráficos e relacionados à editoração. Pesquisamos, treinamos, planejamos, mudamos, mudamos, mudamos…

Essa sempre foi uma preocupação por parte de nós, editores. E isso justifica, de certa maneira, a forma como depositamos as nossas expectativas no plano do conteúdo. Pedimos desculpas aos que tenham se sentido enganados com o projeto gráfico; embora nunca tenhamos prometido uma qualidade profissional, é compreensível que o mesmo não tenha alcançado o nível esperado. Por isso, ressaltamos, enviem críticas e sugestões para contatomacondo@yahoo.com.br!

Francisco.


		
Anúncios